O locutor de 10 reais.

março 17, 2009 at 8:18 pm 35 comentários


Sempre existiu uma polêmica  em relação ao locutor que grava por um valor “exageradamente acessível”, ou seja, 5 ou 10 reais por uma locução de 30 segundos. Segundo vários profissionais, esse preço provoca uma queda geral nos valores de toda a categoria. Outra reclamação é que não existe nenhuma triagem de quem tem ou não condições e capacidade  para exercer o métier,  ou seja, existem milhares de “pára-quedistas”  falando errado, gravando mal e  se dizendo locutores, distorcendo a imagem do que é o verdadeiro profissional.

Argumentos fortes, e devo dizer que concordo com eles. Imagino algum cliente, ao telefone, dizendo “Seu preço é muito caro, eu já consegui o mesmo serviço por 10 reais”. Sim, atire o primeiro headphone quem nunca passou por situação semelhante. Mas uma coisa é a teoria ou o que gostaríamos que acontecesse, e outra é a prática, também conhecida como “realidade nua e crua”.

01) Em economia existe a oferta e demanda. Oferta é o número de locutores loucos para soltar a voz e vender algum produto ou serviço. Demanda é o número de empresas que anunciam e precisam ter uma voz para divulgar a sua mensagem. O primeiro grupo, ao crescer exponencialmente, perde seu poder de barganha, graças à concorrência entre os profissionais. Lembre-se que o segundo grupo sempre terá um crescimento menor. O princípio é o mesmo que faz um aparelho de DVD custar em seu lançamento 2500 reais e hoje o valor do mesmo produto ser de apenas 149 reais em 10 vezes nas Casas Bahia. Essa é a famosa “mão invisível do mercado”.

02) O preço varia de uma região à outra. 10 reais é baratíssimo em São Paulo, mas condizente para uma cidade de 5000 habitantes. Os intermediários em cidades menores também diminuem, deflacionando o preço. Não existem praticamente agências de publicidade e o valor é combinado diretamente entre as partes, em muitos casos nem em dinheiro, mas em produtos. O Brasil é muito maior e inóspito do que a gente imagina.

03) O valor mínimo para locução é uma batalha perdida. Enquanto escrevo este post, 30 locutores estão comprando um B1 da Behringer à prestação, planejando montar seus estúdios e ganhar um extra. A facilidade de tecnologia nivela os preços por baixo. Não só em nosso meio mas em todos os setores da economia.

04) Para muitos, locução é a complementação do salário. Imagine um locutor de uma rádio do interior ganhando 460 reais. Aumentar esse salário, que seja 200 reais (20 spots) é uma benção. Não podemos de forma alguma condená-lo.

05) Uma coisa eu sei: Cada preço tem o cliente correspondente. Quem quer pagar 10 reais acha locutor que cobra 10 reais. As exigências vão aumentando ao mesmo tempo que o cachê.  Infelizmente, subir no topo da pirâmide é muito difícil, mas essa dificuldade existe em todas as profissões.

06) Existem locutores ruins de 10 reais? Claro! Mas não são todos. Conheço alguns MUITO BONS que cobram isso (na verdade cobram um pouco mais).

07) Estratégia: Vender 10 comerciais por dia e ganhar 100 reais  (semana = 700 reais) ou cobrar 100 reais e esperar uma semana para conseguir um cliente? TODOS já tiveram que pensar nesses termos. Quem vai decidir se você fez a opção certa é o seu cliente. Escolha a sua forma de trabalho e seja feliz.

08) Isso abaixa o valor geral da locução no mercado? SIM. E não há nada que possamos fazer. A tecnologia traz facilidades e dificuldades. Nossa única alternativa é nos adaptar à ela.

______________________________________

Quer publicar esse artigo? Não esqueça a fonte: http://gabrielpassajou.com

About these ads

Entry filed under: Uncategorized. Tags: .

Vinhetas antigas da Reelworld- parte 01. Tem rádio que é fogo!

35 Comentários Add your own

  • 1. ricardo gurgel  |  março 17, 2009 às 9:36 pm

    Gabriel, você fez a autópsia da criatura, aproveitando estou amando a super produção numérica de postagens, já tínhamos uma super produção qualitativa que continua a toda e agora com um bombardeio de postagens a nossa alegria aumentou!

    Responder
  • 2. Gabriel Passajou  |  março 17, 2009 às 10:01 pm

    Obrigado, Ricardo!

    Responder
  • 3. Cássio Fernando  |  março 18, 2009 às 8:32 am

    Olá Querido Passajou
    Sou leitor assíduo de teu blog e ele está sempre muito bom nas colocações , parabéns !
    Com relação ao post dos Locutores de 10 reais , posso dizer que quem paga 10 reais por uma locução é tão medíocre qto quem cobra esse valor.
    Não conheço locutores bons que possam custar esse preço , conheço amadores e locutores de qualidade abaixo da linha do aceitável…
    Na verdade existem locutores ruins que querem cobrar o valor que os bons cobram , mas não ao contrário…
    O resultado dessa política de preços se ouve em rádios e tv´s através de seus anúncios..

    Responder
  • 4. Joa batista  |  abril 24, 2009 às 10:47 pm

    Pessoal é assim, eu não vendo minha vóz entende , não tenho agencia e nem nada , mais veja sô, uma empresa aqui na minha cidade pagava 200 reais por comercial. e um dia descobriram que eu tenho uma mesa de som e um microfone onde eu brinco de ser locutor. Então vieram até mim e me pediram pra gravar eu gravei e cobrei 30 reais , aliás acho que cobrei muito pois não sou profissional.Más para a surpresa de todos , o comercial ficou muito chamativo, e a empresa então só grava comigo , eu disse que almenbtaria o preço mais eles falaram que não podem pagara mais , então disse a eles que els estavam pagando muito mais para o locutor anterior. e eles diseram que se tivesem que almentar procuraria outro pra gravar , pra não perder meus 30 reais semanal , enbtõa gravo até hoje pra eles por 30 reais , mais se eles quiserem gravar com outro por ex: pouco me importa , eu não sou profissionalç e agradei. e depois disso outros me procuraram tambem , agora imagina , se eu cobrar 200 reais eles pagam , mais não pra mim para outro de outra cidade , que talvez seja alguem que até faz pior que eu. é isso que acontece . existem muitos que gravam , o que voces não perceberam ainda que a locutor tem de mais , ta sobrando , locutor é igual urubu na carniça ta cheio. entende em vez de voces ficarem aí gravando off , é mió voces procurarem uma outra profissão , uma que da dinheiro por que descobrque essa não da dinheiro. to errado ?

    Responder
    • 5. PAULO  |  dezembro 3, 2009 às 12:30 am

      GOSTARIA DE RECEBER UM DEMO SEU

      Responder
      • 6. Lidia  |  outubro 28, 2010 às 11:39 pm

        Joao, por favor, entre em contato comigo com urgencia?

  • 7. Andréa  |  junho 3, 2009 às 9:00 pm

    É o reflexo do mundo capitalista, onde o dinheiro “reina” soberano e a qualidade do que se faz ou se compra deixa a desejar. Lamentável. Como foi muito bem colocado no artigo acima, “profissionais que não sabem sequer ler, falar ou escrever direito”. É a prostituição da profissão. Como dizia Chico Anysio em um de seus humorísticos: “E o salário óhhhh!!!!”

    Responder
  • 8. Amarildo Alves  |  junho 25, 2009 às 9:58 pm

    Caro Joao Batista,

    A grande questão para quem escolhe ser locutor é que não fazemos isso por dinheiro, e sim pelo prazer e satisfação de exercer a profissão que sempre sonhamos, e é isso que nos difere de outros profissionais. Todos que escolhem ser locutor estão cientes desde o início que não ficarão ricos por conta da profissão. Mas, é preciso respeitar e valorizar o trabalho de locutor, assim como qualquer outra profissão.
    Amigos, gostaria de uma orientação. Fui solicitado para fazer uns trabalhos de locução aqui em Belo Horizonte, mas, não sei qual preço cobrar. Receio cobrar um valor muito alto ou muito baixo. E também não consegui nenhuma informação sobre os preços cobrados na cidade. Não sou profissional registrado, mas, já trabalhei como locutor em rádios do interior durante 3 anos, e estou fazendo faculdade de Comunicação Social.

    Obrigado.

    Responder
    • 9. Nando Sorocaba  |  janeiro 31, 2011 às 2:06 pm

      Olha amigo , o valor pra BH varia de spot , o que costumo cobrar é em media 120,00 a 150,00 por off .
      Pagamento a vista , quanto ao amigo que diz que locução não da dinheiro , diga isso aos maos profissionais . só pra ter uma ideia , o que ganhei no ano passado graças a Deus demoraria 8 anos pra ganhar trabalhando em Radio .
      Abraços

      Responder
    • 10. Walleonys F. S.  |  maio 23, 2012 às 6:11 am

      Sou Locutor Profissional Há quase 7 anos.. e, analisando o que você disse, não cobre nada maior que 40r$ por 30segundos ou até 1minuto. Isso por que você disse não ser profissional registrado, o que na verdade demonstra estar inseguro no resultado de seus trabalhos vocais. Boa sorte! Há, e na verdade você pode ficar tão rico quanto quiser se se profissionalizar e procurar e encontrar a forma certa. Faça um curso com DRT ou Faculdade que é o que mais recomendo e, e então veja o quanto ser Locutor Publicitário é verdadeiramente confortável. Abraços, e até mais.!

      Responder
  • 11. Flavio simoes  |  agosto 25, 2009 às 11:14 pm

    parabens pela inicitiva do blog,aqui e o Flavio ex Studio Voice
    infelizmente apesar de amar produçoes em radio ,o mercado hoje se prostituiu, decidi ha algum tempo parar com os tudio e ficar somente com a sproduçoes da radio da qual gerencio em sp
    e uma pena hoje locutores de 10,00 encontrarem clientes de 10,00 porque o resultado disso e que o grandes e bons locutores com bons pres,bons mics,e os bons produtores que nao so mechem em botoes,ou pegam um preset(O MAIOR ABSURDO JA VISTO)
    de um eq,ou um compressor etc,estao deixando o mercado e correndo atras de sobreviver com outras profissionais
    resultado: se continuar assim daqui ha um tempo 10,00 sera caro porque aparecerao outros que cobrarao 5,00 ,3,00 e ae vai
    sucesso gabriel

    Responder
  • 12. Alex Ferreira  |  agosto 28, 2009 às 12:42 am

    Parabéns Gabriel, vc deixou claro a realidade que parece cor de rosa para muitos colegas, por mais que eu queira nivelar os caches, a realidade do país é muito diferente. PARABÉNS.

    Responder
  • 13. Sergio Gajardo  |  setembro 3, 2009 às 12:15 am

    Olá Gabriel, tenho visto essa discussão todos os dias no orkut e sempre tive vontade de me manifestar e nunca achei as palavras corretas para não ofender quem oferece o serviço e também aqueles que criticam, mas você consegui abordar o assunto de uma forma muito correta e com ética, parabéns pelo blog, já está adicionado nos meus favoritos. “Teus artigos são melhores que muitos cursos por aí”.

    Responder
  • 14. Uitamar |Júnior  |  outubro 22, 2009 às 2:45 pm

    Parabéns Gabriel!
    Gostei muito da postagem!

    Responder
  • 15. Luciano F. Silva  |  novembro 21, 2009 às 11:11 pm

    mano cada um faz o que quer, e pronto.

    Responder
  • 16. J.SILVEIRA  |  dezembro 29, 2009 às 11:36 pm

    OLÁ COLEGA;

    TRABALHO COM LOCUÇÃO Á 20 ANOS E PASSO CONSTANTEMENTE POR ISSO. NOSSA PROFISSÃO FICOU TÃO BANALIZADA QUE QUALQUER UM É LOCUTOR.
    UM ABRAÇO

    Responder
  • 17. daniela pavani  |  outubro 2, 2010 às 11:43 pm

    ola tudo bem procuro meu pai ele se chama josé silva e mudou seu nome para j. silveira e procuro ele sempre vc pode me ajudar ?
    obrigada, ele era locutor de radio…

    Responder
  • 20. julio  |  outubro 3, 2010 às 12:14 am

    cada um vende no valor que acha certo, não se enrica nem apenas uma gravação…….

    Responder
  • 21. Linda Coelli  |  outubro 5, 2010 às 4:11 pm

    Tem até gente procurando o pai por aqui rsrsrs

    Gabriel, obrigada por reavivar nossa memória, mesmo que seja pra realidades ainda difíceis de serem aceitas.

    Mas é a verdade, só posso concordar!

    Responder
  • 22. zé bodega  |  janeiro 14, 2011 às 6:04 pm

    O engraçado é o nego receber 2 propostas de emprego após fazer o comentário tosco que fez (refiro-me ao “Joa Batista”, logo acima). Mesmo após perceber que o sujeito mal sabe escrever corretamente e se tratar de um –EDITADO–, as pessoas ainda assim o procuram para obter dele algum tipo de serviço. Que situação ridícula… De um lado, picaretagem da grossa e de outro lado, aproveitadores querendo um servicinho baratinho. Afinal, é só uma voz “audível” dizendo um emaranhado de palavras, correto? Qual é a dificuldade nisso? E infelizmente as coisas só tendem a piorar, já que são justamente esses “profissionais” que acabam destruindo por completo um nicho outrora promissor. E isso vale para todos os ramos existentes no mercado.

    Responder
  • 23. Luciana Brasília  |  fevereiro 19, 2011 às 10:21 am

    Olá, sou de Brasília. Muitas pessoas me perguntam se sou locutora…se canto…? Sugerem que tenho a voz da Ivete Sangalo…Nunca tive experiência com isso..mas devido as constantes perguntas quero tentar investir. Como faço pra me profissionalizar? Alguém sabe…? Obrigada.

    Responder
    • 24. MARCÃO  |  dezembro 28, 2011 às 9:53 pm

      encontre sua própia vocação ,trabalhe no que gosta, agindo assim o dinheiro virá como consequência.

      Responder
  • 25. Ringo Garcia  |  abril 24, 2011 às 3:20 pm

    Essa questão de valores é muito relativa. Este assunto é pauta apenas para quem ainda não atingiu o patamar mais alto do mercado. Ou seja, entre os que são locutores iniciantes e/ou são amadores. Geralmente, entre aqueles que tiveram a sorte e a felicidade de começar a carreira sabendo exatamente o que significa ser um locutor profissional, e além disso, tendo excelentes referências profissionais, talvez por estagiar ou começar numa grande emissora, talvez por ter um amigo ou profissional de porte que possa lhe orientar a como melhor se impor no mercado. Vale lembrar que profissionais bons e ruins encomtram-se em todo e qualquer segmento. O mesmo se dá com a locução profissional. Existem bons e maus locutores ainda que profissionais. E existem amadores que estão por se profissionalizar que já estão em condições muito melhores do que outros que já são profissionais. Tudo é uma questão de qualidade. E qualidade… não se encontra em qualquer esquina. Dez reais? Dependendo do profissional isso ainda é muito… Cem mil reais? Dependendo do profissional de locução, isso é muito pouco. O que vai determinar isso de um lado ou de outro não é apenas a vontade de um lado ou ambos, (quem paga e quem fala) mas a determinação, capacidade, profissionalismo, competência, senso interpretativo, diapasão, modulação, entonação, impostação, persuasão e atrativos diferenciados no tom de voz. Se um trabalho REQUER tudo isso, dificilmente quem chegou a ponto de ter a capacidade quanto a avaliar tal necessidade em um trabalho, chegará a conclusão absurda que deva pagar apenas dez reais por tal. Agora, se é só gritar, falar alto, tentar impressionar ou algo parecido… e todos os outros atributos acima citados forem considerados supérfluos, daí… porque pagar mais se não é necessário? Em outras palavras, qual é o habitat profissional do locutor, ou da voz em questão? E vc, se vc é um locutor, qual é o seu habitat comercial? Vc se identifica como sendo recompensado falando por dez reais? Lembre-se… quem nasce gato, nunca chega a ser tigre. Acorda Brasil!

    Responder
  • 26. marcelo  |  outubro 26, 2011 às 7:09 pm

    add meu msn locutormarceloferreira@hotmail.com

    Responder
  • 27. MARCÃO  |  dezembro 28, 2011 às 9:50 pm

    muito bom seu blog oque me deixa indignado são os que se dizem locutores caros que postaram aqui( eu cobro x outro diz eu não faço porr menos de x.
    engraçado é que o cara compra uma interface vagabunda ou conversor de RCA liga uma mesa velha sem phantom grava com dinâmico e já tem studio? que que isso para se cobrar o nivél a o de 15 anos atrás será necessário ter (STATUS) e bons equipamentos microfones a nivel do preço que se deve cobrar ,placa fire wire se não for acima da PRO FIRE 2626 M-AUDIO é porcaria abaixo disse, outro um bom microfone a maioria compra essa fuleragem de c114 e c414 lixo mesa não sendo pelo ou menos (Summit Touch Screen ) É LIXO então deixo aqui minha postagem aos que vão totalmente contrário aos que tentam chegar um dia ao nivél dos grandes tais como: JORGE RAMOS,DIRCEU RABELO,MARCIO SEIXAS entre grandes dubladores e outroas locutores versáteis com 8 locuções difereciada. agora os cara lê oque tá aqui postado e não prestam atenção nos detalhes e querem tirar onde de locutor caro ? fala sério juntando todos aqui acho que não teriam dinheiro para comprar se quer um tlm do mais mixuruco 102 neumann . resumindo.
    meu desabafo é ccontra os que se dizem locutores ((((caros demais)))

    Responder
  • 28. daniel  |  março 5, 2012 às 7:08 am

    ola sucesso ae!

    Responder
  • 29. George Sideratos  |  junho 10, 2012 às 3:45 pm

    Cada um cobra o que quer e como se trata de uma prestação de serviço pode cobrar barato e ainda assim oferecer qualidade. Normalmente quanto mais desprovido de recursos técnicos e humanos mais barato cobra para compensar as suas limitações. Por isso acho engraçado o cara pagar uma fortuna num microfone quando vai receber o mesmo que o que comprou um microfone no camelô da esquina. A culpa é do mercado que absorve porcaria e depois não sabe porque obtem resultados insatisfatórios. Pode investir em faculdade, em cursos com profissionais renomados (tudo isso eu fiz) para o domínio técnico (respiração, empostação, dicção, entonação, linearidade, adequação) e tudo o que se aprende pode ser copiado. O que fará a diferença mesmo, aquele “plus” a mais é o “dom”, o talento natural: um timbre agradável de voz, somado a uma locução interpretativa e natural que transmita credibilidade. Isso não se aprende… é lúdico, intuitivo, flui. É a nossa capacidade de percepção, um excelente ouvido, espírito crítico de julgamento e muita sensibilidade. Certa vez assisti um documentário do Arnold Schwarzenegger (perdoem-me pelo exemplo tosco mas pertinente) onde ele dizia que existe um limite de dor. Enquanto os outros halterofilistas conseguiam uma média de 8 repetições máximas com um determinado peso ele esforçava-se para fazer 2 ou 3 a mais. Essa diferença da tolerância a dor é que permitiu que ele se destacasse frente a maioria e conquistasse por 7 vezes consecutivas o título máximo de Mister Olimpia. “Se você faz o que todo mundo faz, chega aonde todos chegam. Se você quer chegar aonde a maioria não chega, precisa fazer algo que a maioria não faz.” Existe mercado para bons profissionais e que paga bem. A esmagadora maioria quase absoluta tem uma ou duasqualidades no máximo (boa voz OU locução interpretativa e natural OU equipamentos de qualidade OU produção criativa. Reunir todas essas qualidade é o segredo. “Fazer muitos fazem, fazer bem feito poucos fazem, fazer muito bem feito nós fazemos.” Existem clientes que reconhecem e valorizam qualidade. Os anúncios tem tudo “a mesma cara” o que gera a dispersão e a ineficiência do poder de comunicação. O cliente também tem interesse em destacar-se do seu concorrente, chamando a atenção para a promoção do seu produto ou serviço de maneira criativa. Para isso ele tem de ter uma postura agressiva ou se contentar com o que já tem e se dar por satisfeito. As vezes lhe falta esse vigor, esse “tino”, ambição. Muitas vezes porque ele não tem uma referência de valor acreditando que não pode usufruir de nada além do que já é oferecido pelo mercado. Cabe ao bom profissional de locução demonstrar que tem esse algo a mais para oferecer. O desafio é chegar as pessoas certas que encarem o seu trabalho como uma forma de investimento e não de gasto. Qualificação de empresários e não só de locutores.

    Responder
  • 30. Marcelo de Oliveira Azevedo  |  setembro 11, 2012 às 4:43 pm

    Olá, amigo. Parabéns pelo blog e pela postagem, muito úteis e esclarecedores!

    Sou estudante de cinema e estou querendo ingressar no mercado de locução, mas pretendo fazê-lo com qualidade. Não quero parecer arrogante, mas conheço o meu potencial. Tenho um timbre muito grave pouco comum e minha dicção sempre foi naturalmente muito boa. Já fiz aula de técnica vocal e, apesar de não ser o foco do meu curso (estudo cinema), já fiz disciplina de locução na universidade, onde aprendi bastante coisa com o excelente professor Guilherme Maia.

    A pergunta é: infelizmente ainda não sou “profissional”. Gostaria de saber que passos devo tomar para atingir esse status, além do curso que já fiz? Não sei nem onde buscar esse tal “registro” que foi falado em outros comentários. Eu devo confessar que tenho uma certa urgência em começar a trabalhar na área, mas ao mesmo tempo eu pretendo me manter com esse trabalho e não quero cobrar um valor baixíssimo por cada trabalho. Alguém pode me dar dicas de como começar e de como atingir um bom equilíbrio no valor cobrado (nem tão caro que eu fique “encalhado”, nem tão barato que eu esteja me desvalorizando)?

    Responder
  • 32. ANTONIO ADEILSON VIEIRA SANTOS  |  dezembro 30, 2012 às 4:42 pm

    preciso de vinhetas voces e 1000

    Responder
  • 33. RADIALISTA KALIL PEREIRA  |  abril 13, 2013 às 3:14 pm

    Existe mesmo um bando de meia-boca denegrindo a imagem da classe. Atuei em rádio por muitos anos e em rede de loja como locutor oficial por 11 anos
    não entro em loja por ninharia. As pessoas que me conhece ficam questionando por que eu não faço loja, e digo quando pagar o que vale eu farei. Você os donos de loja com carrões, gastam um fortuna em festinhas , viagens, e ai não valorizam a marca da loja que possui e coloca uns caras ruins para falar. São locutores que não serve nem para anunciar lanche de hot dog, que é o pior produto no mercado.

    Responder
  • 34. Douglas  |  abril 14, 2013 às 2:33 pm

    sou locutor a 5 anos gravo na minha casa, por apenas 10,00 um off
    e graças a DEUS ganho o suficiente para eu me manter e manter meu Studio aqui, por dia gravo em media uns 20 a 30 off por dia. pra quê aumentar o valor pra mim esta muito bom. qualidade boa igual as de studio grande que cobram 200,00 reias pelo mesmo audio, sorte para vocês amigos

    Responder
  • 35. Grupo que faz Dinheiro  |  janeiro 25, 2014 às 4:36 pm

    ah concordo!

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed






















<





Feeds


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 45 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: